TUSENBACH

… Depois de nós, os homens viajarão de balão; as roupas terão mudado de forma; descobrirão, talvez, um sexto sentido e o desenvolverão, mas a vida continuará a mesma, uma vida difícil, plena de mistérios e feliz. Daqui a mil anos o homem suspirará como hoje: “Ah! Como a vida é dura!” Mas, da mesma maneira que hoje, terá medo e não quererá morrer.

VERCHININ (depois de refletir)

Como explicar? Parece-me que, pouco a pouco, todas as coisas na Terra estarão transformadas, que já estão se transformando a nossos olhos. Daqui a duzentos ou trezentos anos, ou mesmo mil anos – não se trata de exatidão – haverá uma vida nova. Nova e feliz. Não tomaremos parte dessa vida, é verdade… Mas é para ela que estamos vivendo hoje. É para ela que trabalhamos e, se bem que a soframos, nós a criamos. E nisso está o objetivo único de nossa existência, e, se você quiser, de nossa felicidade.

(trecho de “As três irmãs”, de Tchecov.)

Anton Tchecov nasceu em 17 de janeiro de 1860 em Taganrog, na Rússia e morreu em 1904, em Badenweiler, na Floresta Negra. Médico, somente a partir de 1886 dedicou-se firmemente à literatura e se tornou um dos grandes nomes da cultura russa.

 

Image