ImageImage 

O Teatro Municipal de Sabará, que nossos antepassados chamavam “Casa de Ópera” está situado na antiga Rua Direita (hoje D. Pedro II). Infelizmente não se encontra nenhuma documentação sobre ele. Sabe-se apenas que foi construído na primeira metade do século XIX, por meio de ações de uma sociedade anônima. O conjunto dá tal idéia de leveza e fragilidade que se tem a impressão de ser fácil quebrar tudo com os dedos.

Grandes elencos passaram por esse Teatro, em noites que devem ter sido memoráveis. Barões e baronesas, condes, marquesas, o Senhor Intendente do Ouro, o Ouvidor da Comarca, e a graciosa presença das tímidas e pálidas donzelas casadoiras…

Este teatro viveu em 1831 grandes momentos, quando enfeitado de flores e luzes, recebeu o Imperador do Brasil D. Pedro I em companhia da Imperatriz Dona Amélia.

 

Image

 

Construída com intensa participação popular, a Casa da Ópera de Sabará, seu nome original, destaca-se do correr de casas térreas em que se acha perfeitamente inserida, graças à sua condição assobradada.
Apresenta aparência típica das construções civis coloniais, com as portas de entrada que haviam pertencido à antiga cadeia da cidade. Provavelmente a fachada primitiva possuía três janelas no pavimento superior sobre as três portas do térreo. Atualmente possui cinco vãos de proporções esguias, dos quais dois interrompem a parte superior das pilastras que adornavam a fachada. As bases dessas pilastras sobrevivem, ladeando a porta principal.
Internamente, palco e platéia apresentam dimensões semelhantes, fato comum nos teatros de tradição barroco-italiana. O piso da platéia, descendente em direção ao palco, é fruto de alguma das intervenções por que passou o edifício. Ao ser transformado em Cine-Teatro entra em decadência, até sofrer completa restauração em 1970, dirigida pelo arquiteto Luciano Amédé Péret. Na ocasião, foi salvo inclusive o antigo pano de boca, pintado pelo alemão Georges Grimm, por volta de 1884, obra que sobreviveu até 1982, quando foi totalmente perdida.

Image

As informações foram extraídas dos seguintes sites:

http://www.sabaranet.com.br/teatro.asp

 http://www.ctac.gov.br/tdb/portugues/teatro_sabara1.asp

Image